Missa de Corpus Christi: “A partilha gera vida, especialmente em tempos de exclusão e de fome”, diz Dom Sergio

O Bispo Diocesano Dom Sergio Krzywy presidiu na manhã de quinta-feira (16/06) a Santa Missa do Corpo e do Sangue de Cristo, o Corpus Christi, na Catedral Nossa Senhora Aparecida de Araçatuba. A missa foi concelebrada pelo pároco local, padre José Carlos Guabiraba.

Em sua homilia, Dom Sergio destacou que a solenidade é uma manifestação pública da presença do Cristo na Eucaristia. Segundo o Bispo, a liturgia do dia proporciona uma profunda reflexão do mistério da fé e também para a necessidade da partilha. “A Eucaristia faz a Igreja. É o sacramento central da nossa fé. É o próprio Cristo como alimento”, afirmou.

Dom Sergio destacou o Evangelho da multiplicação e partilha dos pães e dos peixes. Conforme ele, Jesus é o mestre que ensina, faz e manda fazer. “Vemos a ordem de Jesus: dai-lhes vós mesmos de comer. A ação de Jesus junto à multidão é o sinal do tempo de Deus na partilha com quem não tem. A liturgia desta solenidade é belíssima, pois proclamamos publicamente que Jesus está pela Eucaristia”.

PARTILHA, VIDA E MISSÃO

O Bispo Diocesano ainda mencionou a partilha como sinal da presença do Cristo entre seu povo. “A partilha gera vida, especialmente em tempos de exclusão  e de fome. A Eucaristia nos deve fazer voltar para casa e refletir sobre o que podemos fazer para multiplicar a partilha, mesmo tendo pouco”.

Dom Sergio concluiu mencionando o Sínodo. “Assim como Sínodo proposto pelo Papa Francisco, a Solenidade de Corpus Christi traz a comunhão, a participação e a missão. A Igreja transmite para o mundo a alegria que recebe”, conclui.

VEJA AS FOTOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X