Dom Sergio: “Padre Luiz serviu com alegria e generosidade o povo de Deus”. Veja as fotos da missa de corpo presente e das exéquias

O funeral do padre Luiz Tibiriçá Crescente, falecido na terça-feira (23/11), aos 95 anos em Araçatuba, ocorreu na quarta-feira (24/11) na Paróquia Sant’Ana. Centenas de amigos, fiéis de toda a Diocese, especialmente da Comunidade Santa Rita, onde Crescente serviu nos últimos anos, estiveram tanto no velório quanto no sepultamento.

Velório ocorreu na Paróquia Sant’Ana, durante toda a manhã e tarde do dia 24/11

Sobrinhos do padre Luiz representaram os familiares. O velório começou às 7h30 e terminou às 16h, sendo anteriormente celebrada as exéquias pelo Bispo Diocesano Dom Sergio Krzywy, às 15h. Mais cedo, às 10h, fora presidida a Santa Missa de corpo presente, com a concelebração dos padres de toda a Diocese.

O corpo do padre Luiz foi sepultado às 17h no jazigo da família, no Cemitério da Saudade. O administrador paroquial da Paróquia Divino Espírito Santo, padre Edgar Souza, fez a oração e bênção antes do sepultamento.

AGRADECIMENTO

Em sua homilia pela manhã e nas reflexões nas exéquias, Dom Sergio externou sua gratidão pela atuação diocesana do padre Luiz, bem como o seu exemplo de vocação generosa.

Citando o Evangelho segundo João, no capítulo 14, versículo 6 , Dom Sergio destacou que o cristão deve estar em sintonia com o caminho de vida plena proposto por Cristo. “Essa leitura do Evangelho de São João mostra que devemos saber onde Cristo vai para seguirmos o seu caminho quando respondemos o seu chamado. E sabemos pela vida de 95 anos do padre Luiz como ele seguiu Jesus ao longo de sua vida. Em cada lugar que ele passou ele serviu com alegria. Quantos desafios, quantas pessoas ele conheceu e como ele foi conformando a sua vida a pessoa do Cristo Jesus e servindo com alegria e generosidade o povo de Deus “, disse.

O Bispo Diocesano também destacou que o Senhor já preparou um lugar na Eternidade para o sacerdote. “Durante o velório, e desde o comunicado do falecimento nós ouvimos tantos testemunhos de irmãos e irmãs de diferentes lugares sobre a bondade e a atuação pastoral do padre Luiz . Esse Evangelho nós da a certeza que Deus prepara um lugar para nós. E hoje Ele acolhe o padre Luiz em sua passagem”.

E concluiu. “Nós devemos reafirmar a nossa fé na ressurreição. Jesus é  o Bom Pastor. Ele cuida de nós por meio de seus ministros. E o padre Luiz se colocou a serviço da igreja e do povo de Deus. E ser servidor no Reino de Deus é um presente que recebemos e realizamos . Então nós queremos agradecer esse discipulado que ele cumpriu com grande dedicação e alegria”.
Padre Fernando lembrou da convivência amiga e orante com o padre Luiz

MEMÓRIAS 

Durante a celebração de corpo presente, o Chanceler Diocesano, padre doutor Orivaldo Pereira Filho, leu a biografia do padre Luiz, relembrando o seu legado e sua missão pastoral em toda a Diocese. O sacerdote atua em Araçatuba há mais de 50 anos, sendo mais de 20 na Capela Santa Rita. Ele passou também por cidades como Andradina, Castilho, Lavínia e Santópolis do Aguapeí durante os seus 72 anos de sacerdócio, completos no último dia 6 de novembro.
O pároco da Paróquia Sant’Ana e reitor do Seminário São José, padre Fernando Stanicheschi, também fez seu agradecimento ao padre Luiz e lembrou dos momentos de fé e de convivência com o sacerdote.
“A nossa paróquia eleva a Deus a sua gratidão por tanta amizade e vivência do padre Luiz nas nossas vidas. Cada um que passou aqui nestas horas tem uma história de agradecimento por ele. Nós agradecemos ainda em nome de todo o Clero a vida desse nosso irmão mais velho, que deixou para gente um exemplo de amor e de fidelidade a Jesus Cristo e a sua Igreja. Fez de sua vida aquilo que é próprio da nossa vocação: a doação e o serviço.

Stanicheschi ainda lembrou os momentos de convivência pastoral com o padre Luiz. “Agradeço a Deus pela chance de conviver mais perto do padre Luiz nestes três anos. A partir daí começou uma amizade bonita.  Semanalmente os seminaristas e eu visitávamos ele para um cafezinho e rezar com ele. Todos os sábados levávamos a comunhão para ele”, relembrou.
Ele ainda destacou a devoção do sacerdote à Virgem Maria e a Santa Rita de Cássia. “Me chamou a atenção a devoção à Virgem Maria que ele tinha. Em certa ocasião ele nos pediu todos os mistérios do Santo Terço. Então providenciamos, em letras adaptáveis e de grande fonte, as orações para ele rezar e refletir.  Convém ainda recordar com carinho que o padre Luiz era muito devoto a Santa Rita de Cássia., tanto que nas últimas missas que celebramos em louvor à padroeira ele estava lá, cheio de fé. E hoje trouxemos para cá a imagem como manifestação desse amor e desse carinho”, concluiu.
VEJA A GALERIA DE FOTOS DA MISSA DE CORPO PRESENTE E DAS EXÉQUIAS
(Fotos da Missa: Júnior Castilho e Gabriel Vigetta/Colaboração. Fotos das exéquias: Cláudio Henrique: Assessoria Diocesana de Comunicação)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X